Você é o que você veste?

 

Ultimamente tenho pensado e questionado muito veementemente qual é a proporção da influência da vestimenta na construção da personalidade do indivíduo.

Esse questionamento surgiu através da observação de determinados meios sociais, como por exemplo, a comunidade LGBT ou os jovens adeptos a estilos mais característicos e também observando o comportamento das pessoas a respeito de minhas preferências para vestimentas.

13944250

 

Recentemente li uma matéria sobre um rapaz que estava alistado na marinha e tinha que reprimir veementemente sua opção sexual por causa do preconceito interno. E atualmente ele é drag. Fiquei pensando sobre o porquê de um oficial das forças armadas não poder ser gay ou o que quer que ele queira ser. Isso não o torna menos capaz de exercer suas funções como um oficial armado. Uma farda ainda é uma farda, independente da sua opção sexual.

o-concurso-da-rainha-drag-que-corou-todxs-na-virada-1435091570

Outro evento que me despertou para essa observação foi a discussão a respeito do movimento feminista, onde há uma divergência quanto ao uso de saltos, maquiagens, roupas mais sensuais e acessórios que são tidos como femininos, que feminizam o indivíduo.

h-BUTCH-640x640

Alguns são contra essa feminização, outros pregam a liberdade de escolher o que bem entender para o uso.

Os que são contra, tem como argumento o fato de que tais objetos, roupas e acessórios tem uma força de imposição, são símbolos da opressão, submissão e objetificação da mulher. Outros acreditam que se a mulher gosta de usar os acessórios, pois que seja livre. Tanto o indivíduo do gênero feminino, quanto o que se identifica com o acessório.

Isso me trouxe a uma reflexão sobre a importância que damos a como nos vestimos, o que usamos, quais acessórios colocamos em nós mesmos. Seja porque realmente nos identificamos, seja porque está na moda, seja porque a gente nem acha tão bonito, mas tem valor sentimental, importância simbólica.

Eu tenho propriedade para dizer sobre a importância simbólica das vestimentas e adereços, pois diariamente sou questionada a respeito do porque me visto como me visto e muitas pessoas pressupõem coisas a respeito de minha personalidade apenas baseados em minhas roupas.

As pessoas medem sua capacidade, seu caráter, sua orientação, seu humor, suas tendências e tudo mais apenas baseado em como você se veste, ou como aparenta.

Citando alguns exemplos: um médico tatuado tem menos credibilidade que um sem tatuagem. Porque?

médico_tatuado

Uma vendedora de dreadlocks não teria a mesma produtividade que uma sem os dreads.

Uma professora com piercings seria hostilizada por alunos e pais. Ou adepta a um estilo hippie, ou gótico.

tumblr_mdruzltoV51qhfmceo1_500

Coisa mais engraçada. Há mais de 15 anos, eu só me visto de preto. Não, não é coisa de gótico. Uso camiseta, calça, scarpins, camisa social, roupas clássicas em geral. Coisa que mais me dá raiva: se porventura um dia ou outro eu visto uma camisa cinza, branca, as pessoas me parabenizam, como se eu tivesse me tornado uma pessoa melhor, porque minha roupa hoje não é preta. Desde quando o caráter de um indivíduo deve ser medido pela cor de suas roupas?

Daí vem meu questionamento. Você se torna o que veste, como uma fantasia? Você só é uma mulher se usa roupas de mulher? Você é sexy se usar batom e salto, você é séria se usar um terno, você é medica se estiver de branco?

159311

Qual é a dimensão simbólica das vestimentas na construção do indivíduo, tanto internamente quanto externamente?

Então se sua roupa te define, quem você se torna quando está nu?

 

By:  minha nova diva/irmã: Eloh de Paula 

Revisão: Taís Nascimento

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s