Dia do Rock!

Um estilo de música que tem milhões de vertentes, várias pessoas que gostam de algumas coisas ou amam enlouquecidamente.

Que já sofreu preconceito e ainda sofre bastante, tanto em relação ao som, quanto em relação ao estilo de se vestir ou até mesmo de vida de quem ouve. Mas faz parte de um meio em que muita gente reproduz vários tipos de discriminação, infelizmente (o ser humano não aprende).

O estilo que começou com os negros americanos, já que  a Sister Rosetta Tharpe (clica aqui pra conferir o som dela) chegou muito antes do Elvis e outros e começou a influenciar, não sem antes ser chamado de som de “pobre”, “de gente de baixa educação”, “barulho”, “má influência”, “sexualiza os jovens”  fora os adjetivos racistas, que me recuso a repetir aqui. Não parece muito o que se fala de outros estilos que não é o rock? E até hoje, gente mais conservadora ainda fala algumas dessas coisas? Fora a homofobia, racismo etc. Estamos discriminando no mesmo passo que somos discriminados por sermos alternativos.

maxresdefault

O rock cresceu, atingiu um público maior foi designado morto várias vezes, conquistou altas rodas e saiu do lugar restrito que tinha nos seus princípios, com isso veio um monte de gente que se achou superior porque o ouve, ele perdeu o seu status como símbolo revolucionário. Que e o ritmo é bom, é, mas você não é melhor que ninguém por isso, talvez seja considerado um pouco diferente, mas só.

1979-London-Calling

Não significa que você precisa ouvir tudo, ouça coisas que te fazem bem, mas respeite as pessoas que ouvem coisas que você não acha muito legal, ou que agem diferente do que a sociedade espera, já que as suas convicções não são parâmetros para o mundo. E como pessoas “alternativas”  espera-se que entendamos que há gente no mundo diferente e isso é legal também.

i.want.to.break.free

E como hoje é dia, você pode fazer playlist de seus rocks preferidos, fazer uma tattoo comemorando, ou homenageando, tanto o ritmo, o estilo ou até mesmo aquele artista preferido!

David-Bowie-Aladdin-Sane

A única coisa que deixo de dica é: não desrespeite ninguém e não  deixe ninguém te desrespeitar.

keeprocking (1)

 

By: Eu mesma, Tata (ou Taís Nascimento)
Quem leu: Você que ainda não foi curtir o Dia do Rock

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s