Você é realmente você?

Outro dia caí na parte do kpop do YouTube e resolvi ouvir alguma coisa para entender o fenômeno que se tornou o pop da Coreia do Sul.

Nessa incursão, uma música me chamou atenção, Fake Love do BTS (ainda bem que eu achei o vídeo já traduzido porque infelizmente não entendo nada de coreano).

Além de ter achado a música legal, também achei interessante como o eu-lírico da música fala de tentar se adaptar tanto para agradar alguém que se ama e acabar se perdendo no processo, sem saber quem se é e quem é a outra pessoa. Aproveite para ver e entender do que estamos falando:

E quantas vezes a gente encontrou alguém tão legal e com um “mundo” tão interessante e divertido que a gente queria fazer parte de qualquer jeito. E nisso, a gente muda o tipo da roupa, muda o jeito de falar, pensar, vota no mesmo candidato que aquela pessoa, mesmo que isso vá contra tudo que você acredita (porque ela é tão legal que só pode estar certa, não é?).

agradar demais

Quando a gente percebe, você virou uma parte do outro , sendo um espelho de tudo que ele é. Muitas vezes a pessoa que você tentava agradar, queria também te moldar, fazendo com que fosse mais fácil “lidar” com você, mas ela mesmo cansa de encontrar apenas o eco quando olha para você.

E aí você um dia acorda e se pergunta, essas são as minhas vontades, meus gostos, minhas ideias? Eu ainda sei o que eu realmente quero? Daí, tudo precisa ser questionado, e se precisa voltar a ter toda uma “jornada de autoconhecimento” para se perceber como uma pessoa autônoma.

casal individualidade

Apesar da música do BTS ser cantada por meninos, as mulheres são as principais acometidas por essa necessidade de se moldar. Somos ensinadas a não conseguir dizer não, a “agradar o esposo”. Se eu pudesse, colava as milhares de matérias que encontrei ensinando a ser uma “esposa melhor” que tinham como itens a anulação da vontade da mulher.

É muito comum que nossas vontades não sejam ouvidas e levadas em consideração, porque o marido (namorado, noivo) seja tido como muito mais importante.

É legal ter coisas em comum, o que não é bom é quando você se torna o outro. Quando o outro é o que você tem que seguir como régua do que pode e o que não pode.

individualidadeÉ muito difícil perceber o limite entre o entrosamento e as ideias que a gente já tem em comum com quem a gente convive, mas a gente precisa muito que você nunca perca a sua essência, o que te torna incrível, são as coisas que te tornam única. Não deixe que ninguém te molde e nem tente se diminuir para caber no mundo do outro.

black girl magic 2

Cultive sempre o que há de bom em você, para poder, depois pensar em conviver com alguém.

By: Taís Nascimento

Pessoa linda que leu: Você

Anúncios

Resenha – Batom Glitter Vult

Vamos fazer resenha de recebido na Beauty Fair antes de acabar a feira, porque:

Resultado de imagem para aqui tem informação gif

Esse lançamento que eu fiquei curiosa/intrigada, é o Batom Glitter da Vult. Quando foi apresentado no stand, eles disseram que era um gloss que secava matte e tinha glitter. Mas, como eu falei pra Tiah quando ela me entregou o produto para testar (ela deixou aqui em casa): “Um gloss matte, pode ser um batom, não?” E descobrimos que era mesmo um batom.

Na embalagem plástica, que a pessoa aqui jogou fora, estava escrito batom. Mas como vocês podem ver abaixo, ele é sim um batom, inclusive a minha cor é o Moon Rock (Pedra da Lua – todas as cores tem a ver com a lua: “Eclipse”, “Like a Moon”, “Ilumina”).

batom glitter- vult 2

O esmalte belíssimo também é da Vult – chama Feliz

Nessa seara de batons com glitter, resolvi fazer swatches de batons que poderiam ser próximos em fórmula, mas nenhum deles tem uma finalização tão metálica quanto o da Vult. Na imagem abaixo vemos o Raquel (Bruna Tavares), Trinket (SugarPill) e o Moon Rock.

batom glitter - vult 4 (2)A impressão que eu tenho é que o Moon Rock tem partículas de glitter maiores, o que faz com que elas pareçam mais na câmera e o metalizado também faz com que ele pareça ainda mais brilhante.

No folheto que veio junto com o press kit dizia que ele pode tanto ser usado sozinho como por cima de outro batom, talvez por isso a camada dele pareça tão fininha na primeira passada, como vocês podem ver na foto abaixo, a cobertura não é total.

 

batom glitter vult - foto 5

Para usar sozinho, eu prefiro bastante cobertura, então passei umas três camadas sem dó. O bom dele é que não fica grosso demais ou incomodando.

batom glitter vult 5

Sim, eu estou mostrando a minha cara limpíssima, foquem no batom!

Acho que na questão de uma foto com flash, a diferença é que ele vai ser mais “metálico”

batom glitter - vult 6

Daí você vai almoçar, porque afinal de contas a gente sente fome também. Fique ciente de que ele vai sair um pouquinho, mas nada que um retoque leve não arrume.

batom glitter - vult 7

A durabilidade dele sem o almoço é bem OK também.

Caso você queira saber como é com outro batom por baixo, usei um roxo que é da Tracta com a Dani Hoffmann, porém era edição limitada. Usei essa cor porque achei que ele tinha algum subtom roxo “ao vivo”.  Eu assumo que preferi assim.

batom glitter - vult 8

Veredito: como uma pessoa que usa batons de todos os jeitos e faixas de preço, eu vou dar uma nota 8 para ele. Achei a fórmula boa, apesar de “muito fina” (e foi aí que eu tirei nota), boa durabilidade e não resseca até a alma dos meus lábios. A ideia de colocar glitter em batons sempre tem a minha aprovação, pois fica sempre muito legal. Sendo essa fórmula mais metalizada, vou me forçar a usar e parar um pouco de ser viciada em batons mattes. Não vou dizer que você deve ter esse batom, mas se você gosta de coisas diferentes, fica a dica para se destacar na multidão.

O batom tem preço sugerido de R$28,90 e vai poder ser encontrado onde você costuma encontrar os produtos da Vult.

Depois dessa enxurrada de fotos minhas, prometo que vocês vão ver mais resenhas por aqui e vamos tentar melhorar cada vez mais o modo que mostramos novidades e o que gostamos.

O que você queria ver resenhado por aqui? Dá sua opinião, fala com a gente!

By: Taís Nascimento

Pessoa linda que leu: Você!

Beauty Fair 2018 está aí -Você vem com a gente?

O ano de 2018 está tão diferente que agosto, que geralmente dura 84 anos, voou! Com isso, já estamos às vésperas do feriado da Independência e de um acontecimento importantíssimo do mês de setembro: a Beauty Fair!

beauty fair 5

Para nós aqui do projeto, é época de empurrão, correria, fome, pés inchados e muita fila! Mas, ao mesmo tempo, conhecemos as novidades sempre interessantes da beleza e também sempre tem algumas pessoas legais (outras nem tanto) nas filas e nos atendimentos das marcas. Também saímos de lá encantadas com os stands das marcas, um show a parte e com os produtos novos que são mostrados.

IMG_0080

Essa foto era no stand da Dailus na Beauty Fair de 2016 e foi incrível!

Vai ser legal poder mostrar para vocês tanto ao vivo, quanto fazendo um apanhado das coisas mais legais.   E neste ano vai ter mais resenha sim, quem sabe até mais do que a gente já fez.

Este ano, a feira vai ter como tema “O Poder da Beleza” e vai ter quatro dias (do dia 9 ao dia 11 de setembro) e vai ser novamente no Expo Center Norte, sendo assim a maior feira do setor na América Latina. São mais de 80.000 m2 de área e 2000 marcas.

beauty fair 2

Se você vai também, quem sabe a gente não se encontre por lá? Além disso, conta pra gente o que vocês mais curtem quando vão.

Para você que não conhece ou só vê pelas coberturas, conta pra gente o que você gostaria de conhecer através da nossa visão.

beauty fair 3

E você que vai pela primeira vez, não se esqueça de usar roupas e sapatos confortáveis, pois tem muito espaço para andar e muita fila, se hidrate e não pense em confiar muito no sinal de internet de lá, é bem ruim (alô, organização da feira, vamos ver isso aí!).

beauty fair 4

Nyx, me nota!

Alguns dos stands que nós podemos acabar nos vendo:

Salon Line – A Salon sempre tem muito carinho com as influenciadoras e novidades muito interessantes, uma delas é a linha #todecachinho para as crianças ficarem ainda mais belíssimas!

Vult – A Vult promete várias coisas novas e eu estou bastante ansiosa para saber quais são, e vamos contar para vocês com a maior alegria do mundo!

Estes são os mais prováveis, mas você vai poder nos ver em vários lugares.

Aguardem!

By: Taís Nascimento

Pessoa linda que leu: Você

Quando foi que você parou de sonhar?

Vivemos um dia de cada vez, trabalhamos, cuidamos de filhos e da casa, chegamos em casa exaustas e queremos apenas descansar para existir no próximo dia; seguindo a mesma rotina.

Agimos como máquinas durante o dia, repetindo as mesmas tarefas , para receber um salário por nosso trabalho e não sabemos mais o que queremos e porque queremos.

sonhos 2

A jornada dupla mata o sonho das mulheres, nos tornando sobrecarregadas, já que mesmo que nós estejamos no mercado de trabalho, aí no mundão, continuamos chegando em casa e fazendo o jantar, olhando as crianças. Mas não pense que antes era melhor também: quando muitas de nós mulheres éramos donas de casa, ficávamos o dia todo lavando, passando, cozinhando.

mulher multifuncional capa conversacult

A impressão que temos é que estamos sempre correndo em círculos, mesmo que nossa vida tenha mudado e ganhamos liberdade, ainda somos sufocadas com o acúmulo de tarefas. E muitas vezes, nossos companheiros e as pessoas à nossa volta não percebem quanto estamos esgotadas mental e fisicamente, acham que não vivem na mesma casa e que não têm as mesmas obrigações que nós apenas porque somos mulheres. Há pesquisas que comprovam que as mulheres trabalham até 10 horas a mais que os homens.

jornada dupla

Quantas vezes você teve um sonho apenas seu e pode dizer que queria realizar algo, como ter sua empresa, fazer uma faculdade, uma especialização? Até mesmo se queremos ter um negócio próprio, algo que nos faça realmente feliz.  Estamos sempre pensando se os filhos estão vestidos, ou se as contas vão ser pagas a tempo, coisas importantes do dia a dia, mas que tomam todo nosso tempo.

Como estamos afogadas nesse cotidiano, perdemos nossa capacidade até mesmo de acreditar em nós mesmas, deixamos de saber de que realmente gostamos e até nossas opiniões viram senso comum do que escutamos por aí, já que muitas vezes não conseguimos nos informar direito.

sonhos

Parece muito difícil saber como vamos sair dessa situação e talvez cada uma de nós tenha a sua solução, de acordo com o seu estilo de vida, mas é importante não se esquecer quem se é e não se deixar levar por esse tsunami de pequenas coisas do cotidiano.

By: Taís Nascimento

Pessoa linda que leu: Você

Referência:

Rede Brasil Atual

Voltamos!

Talvez você tenha sentido falta por não nos ver na página, talvez você tenha entrado aqui no blog mesmo e estava sem nenhuma postagem, mas a real é que estávamos todas paradas.

clara2

“Vocês não imaginam o prazer que é estar de volta” – VINGATIVA, Clara

Daí você pensa que estávamos de férias, ou que tiramos um ano sabático (muito chique fazer isso), mas não, o que acontecia era a vida.

faz tempo.gif

A Tiah teve uma baby lindíssima e com isso teve toda a correria para garantir que o novo serzinho ficasse bem. Além disso, ela trabalha e tem mais um milhão de coisas. Eu, Taís, tive um AVC. Sim, isso mesmo que você leu, estou ainda em recuperação e espero um dia ficar 100%.

Então além de dar uma satisfação para quem nos acompanhava por aqui, a gente aproveita para perguntar o que vocês gostariam de ver por aqui: maquiagem, tattoo, problematização, dicas pra vida. Fala pra gente!

Como diz a Pabllo: “CHEGUEI….

chegueeei

Aproveita que você está por aí e assiste o vídeo da Tiah falando do nosso sumiço, deixa seu like lá e se inscreve no canal também:

E com isso, vamos seguindo a vida e “bora fazendo”! ❤

 

Quem escreveu: Taís Nascimento, ou #tata

Quem leu: Você

Tatuagem precisa ter significado?

Quando você faz uma tatuagem, as pessoas logo perguntam o que ela significa. Quando a gente faz a primeira tattoo, também procura algo que seja símbolo de uma situação, um acontecimento em nossas vidas, ou um traço muito marcante de sua personalidade.

rosa tattoo

tattoo dark skin 2

Com essa suposta regra, a gente imagina que os desenhos de todo mundo tem os mesmos “significados”. Chega a ter rede grande de televisão fazendo guia para decifrar o que a “pessoa quis dizer” com aquela artes específica (não vou colar a matéria porque chega a ser desrespeitosa com as pessoas tatuadas). O que a maior parte da galera se esquece é que cada pessoa é única, com suas próprias experiências, suas ideologias, opiniões e sentimentos, então uma simples caveira pode simbolizar vida para uma pessoa e morte para outra.

caveira tattoo

caveira tattoo 2

Outra coisa que causa estranheza a muita gente que não tem tatuagens assim é ouvir que aquela tattoo não tem uma história linda de superação ou homenagem ou qualquer uma daquelas coisas que a gente vê em reality. Muitas vezes aquela arte está lá apenas porque a pessoa gostou e achou que tem a ver com ela. Isso nem sempre significa que aquela pessoa é vazia, ou que ela não “tem nada na cabeça”, muitas vezes existe uma ideia por trás daquilo, mas não é tão mirabolante quanto se espera. Então quando você perguntar, nem sempre tenha grandes expectativas.

underboob tattoo

tattoo.jpg

E o que fazer quando te perguntam “O que significa a sua tatuagem”? Responda a real e se a você frustrar a expectativa do outro, paciência, você não está aqui para agradar mesmo.

tattoo dark skin 3.jpg

Outra coisa que é bastante importante é para você que gosta de perguntar significado e fica curioso, as vezes o tatuado já está de saco cheio de responder isso, por conta das milhares de vezes que já passou por isso, ou não quer te dizer porque é algo bastante particular. Mas não fique triste, não é algo pessoal, a pessoa só não está com vontade de falar. E, por favor, não toque na tatuagem dos outros sem consentimento!

Resumindo a nossa conversa: tatuagem não precisa ter um significado mirabolante, ela está em seu corpo e pode ser o que você quiser! Inclusive ser apenas uma arte que você curtiu.

Você curte perguntar das tattoos para puxar um assunto? E quem tem várias, gosta de falar das suas?

By: Taís Nascimento

Pessoa linda que leu: Você

 

Pega na mentira

Pessoas mentem, o tempo todo. Seja por achar que vão te proteger de algo, ou porque não tiveram coragem de contar algo. Talvez esse ser com quem você conviva seja um (ou uma) sociopata ou uma pessoa doente que acredita nas próprias mentiras.

pinnochio

A gente sempre fica pensando o que faria se alguém próximo mentisse, como se nós sempre fossemos vítimas e nunca fizéssemos nada aos outros, temos sempre muita dificuldade em acreditar que podemos errar.

mentira

Para começar, acredite que você nem sempre é a pessoa mais perfeita do universo e isso é o mais difícil. Não significa uma ideia maniqueísta de bom ou ruim, é apenas aceitar a sua humanidade e saber que todos, inclusive você, têm falhas. Tudo bem tê-las, não é o final do mundo, só precisa ajustar

Depois disso, saiba que você também mentiu, omitiu informações, distorceu as coisas. Pelos mais diversos motivos: para se proteger, proteger o outro, queria que a informação fosse mais ou menos chamativa,  ou simplesmente para que os outros não descobrissem a verdade.  É engraçado que a gente sempre procura desculpas para as nossas ações, em nossas mentes, elas parecem sempre muito justificáveis e muito inofensivas. Nunca achamos que magoamos alguém, ou que fizemos mal a qualquer pessoa. Mas pode acontecer, e isso é muito normal, infelizmente.

mentira 2

Agora que você sabe que é uma pessoa normal, e que está tudo bem. Você deveria refletir sobre o seguinte,  o que você faria ao descobrirem as suas mentiras. Pediria desculpas? Insistiria no que disse? E é aí que você pode tentar se tornar alguém melhor.

O ideal é que você assuma e peça desculpas se conseguir e diga o que aconteceu. Se explicar pode ser difícil e a pessoa nem sempre pode ou quer escutar, mas é importante. Assim que todos estiverem livres, fica mais fácil seguir em frente. Outra coisa, precisa ser uma conversa cara a cara, para que a proximidade mostre o que você quer dizer.

conversa mentira verdade

Nem sempre esse é o caminho mais fácil, mas na maioria das vezes é o necessário.

By: Taís Nascimento

Pessoa linda que leu: Você